O planejamento estratégico BSC é uma das estruturas mais conhecidas já criadas. Ele tem sido usado por milhares de empresas desde os anos de 1980, quando foi originalmente desenvolvido por Robert Kaplan e David Norton. 

Esse sistema de indicadores de desempenho, conhecido pela sigla BSC (Balanced Scorecard = indicadores equilibrados) foi desenvolvido para contribuir com as estratégias de uma empresa no mercado em que atua.

Portanto, é fundamental que todos os empresários conheçam a importância e os benefícios do BSC, mesmo que tenham limitações para implementá-lo.

Mas, apesar de sua popularidade, o planejamento estratégico BSC costuma ser mal implementado. Neste artigo vamos mostrar como usar o BSC de uma forma que agregue valor real aos negócios.

O que é o planejamento estratégico BSC?

Em resumo, o planejamento estratégico BSC ajuda as empresas a criarem um conjunto de métricas internas para contribuir na avaliação do desempenho de seus negócios em 4 áreas principais:

Financeiro: as métricas típicas dos indicadores podem incluir fluxo de caixa, desempenho de vendas, receita operacional ou retorno sobre o investimento.

Cliente: com métricas de BSC, é possível determinar a participação no mercado, aquisição e retenção de clientes, bem como a lucratividade gerada.

Processo de negócio interno: isso incluiria medir, por exemplo: custos unitários, tempos de ciclo, rendimento, taxas de erro, taxa de aceitação do produto, etc.

Aprendizagem e crescimento: exemplos de métricas são: nível de envolvimento e satisfação do funcionário, taxas de retenção de equipe de alto desempenho, bem como aumento de habilidade da equipe, etc.

Benefícios do BSC para os negócios

As 4 perspectivas do planejamento estratégico BSC atendem a vários propósitos. Em primeiro lugar, exigem que as empresas “equilibrem” suas atividades e atribuam métricas tangíveis a cada perspectiva, aumentando a responsabilidade. 

Além disso, o planejamento estratégico BSC também serve como uma estrutura para comunicar a estratégia de uma organização para partes interessadas. Por exemplo: “estamos fazendo x coisas porque nos ajuda a ter sucesso na perspectiva do cliente”.

Muitas empresas usam o planejamento estratégico BSC principalmente para medir o desempenho dos negócios. Isso porque leva a empresa a um nível de foco que abrange os indicadores-chave de desempenho. No entanto, os benefícios são ainda mais amplos.

Em última análise, o principal benefício do BSC provavelmente virá menos da criação das próprias perspectivas, mas sim do processo de gerenciamento estratégico usando as perspectivas como estágios.

Problemas na implementação do planejamento estratégico BSC

O planejamento estratégico BSC é uma excelente ferramenta que, quando devidamente utilizada, pode beneficiar qualquer empresa. Mas, muitos dos problemas com a implementação do BSC vêm do fato de que ele é frequentemente visto como uma mera estrutura de relatórios, em vez de uma verdadeira maneira de gerenciar seus negócios.

Mas, isso não é verdade porque essa abordagem tem uma série de etapas por trás. Primeiramente, a capacidade de aprender e crescer irá ditar diretamente a capacidade de gerenciar melhor os processos internos. 

Por sua vez, à medida que os processos internos melhoram, isso terá um impacto positivo nos clientes, além de reduzir diretamente os custos. O benefício combinado desse menor custo / maior engajamento do cliente com o produto (essencialmente vendas) levará ao objetivo final, que é maior lucro e retorno financeiro.

Como o BSC pode ajudar as empresas?

O planejamento estratégico BSC não trata realmente de perspectivas diferentes, mas das camadas de uma pirâmide. A pirâmide, quando construída na ordem certa, leva ao sucesso. Então, quando implementado dessa forma, o BSC pode ser imensamente poderoso para ajudar uma empresa a fazer o seguinte:

– Criar um roteiro tangível do ‘estado atual’ para um ‘estado futuro’ mais bem-sucedido.

– Identificar os principais obstáculos e áreas onde faltam as competências necessárias para prosseguir para a próxima fase.

– Articular como seus objetivos ajudarão diretamente a organização a subir pelos estágios.

– Priorizar as atividades de negócios na ordem em que precisam ser abordadas para permitir a progressão mais rápida pelos estágios.

Conclusão

Por fim, o planejamento estratégico BSC é uma ferramenta que pode contribuir não só para medir o desempenho dos negócios, mas também para identificar obstáculos e traçar um plano para o sucesso futuro.

Portanto, o BSC oferece uma boa visão dos negócios a curto prazo, estabelecendo um processo de aprendizado de todos os setores da empresa.

Veja também: Análise SWOT: como essa estratégia alavanca um negócio



Quer mais informações sobre consultoria?


Entre no grupo do WhatsApp para você aprender muito e tirar dúvidas.

WhatsApp chat Dúvidas pelo WhatsApp