Business Model Canvas (Canvas ou Plano de Negócios)

O BMC, ou Business Model Canvas, é uma ferramenta utilizada para empresas que estão começando, em sua fase mais básica de planejamento dos negócios. Seu objetivo é permitir que o empresário defina o modelo de negócios que pretende executar através de um formato simples e visual.

A principal característica do Canvas é ser um plano visual, pois permite relacionar as informações em um formato sistêmico, integrado e muito mais rápido de ser entendido. Com o Canvas, os administradores podem discutir e integrar suas próprias percepções sobre a forma como a empresa deve ser administrada, os elementos de cada um dos setores e como deve ser feita a interação para compor o empreendimento.

O Business Model Canvas (em português Quadro de Modelo de Negócios), possibilita um total gerenciamento estratégico, permitindo esboçar e desenvolver modelos de negócios novos, mas também podendo ser aplicado em empresas já existentes.

Trata-se de um mapa visual, pré-formatado, que apresenta nove blocos do modelo de negócios. O sistema foi proposto por Alexander Osterwalder, que tomou como base seu próprio trabalho sobre Business Model Ontology.

Os blocos do Canvas são montados através das descrições formais do próprio empreendimento, podendo expor diferentes conceitos, embora apresente um modelo único de referência.

Com o padrão do Canvas e seu design de modelo de negócios, qualquer empresa pode facilmente estabelecer o seu próprio modelo.

Clique na imagem abaixo para baixar o Canvas traduzido para português:

Plano de Negócios - Business Model Canvas - Traduzido para Português

Plano de Negócios – Business Model Canvas – Traduzido para Português

Os quadrantes do Canvas

A forma mais comum de preencher o Canvas e colando notas autoadesivas, daquelas tipo post it no quadrantes ou usando um sistema web. Em cada nota é preciso anotar informações relevantes sobre o negócio, colando-a no quadrante apropriado.

Durante o processo de montagem, é necessário apenas manter o foco no entendimento e esclarecimento do empreendimento.

Com o preenchimento do Canvas, o administrador monta um mapa com os principais itens que constituem a empresa, podendo analisar uma receita de estratégia, que deve estar sempre sendo revisada em cada quadrante ao longo do tempo, com o objetivo de verificar se a proposta está sendo atendida.

Havendo necessidade de se fazer qualquer alteração, para conseguir melhor resultado, o quadro todo deve ser analisado, procurando analisar os impactos provocados em outros quadrantes.

O mapa Canvas torna-se um resumo dos pontos chave do plano de negócios, ao mesmo tempo em que se torna ele próprio o plano, num formato menos formal, que pode ser utilizado no dia a dia da empresa.

A estrutura do Canvas e as respostas

O Canvas pode ser montado através de uma estrutura contendo os seguintes quadrantes, com suas respectivas questões:

Atividades chave

As atividades chave da empresa são importantes para executar a proposição de valor da empresa. Aqui são inseridas as atividades que podem trazer valor para a empresa.

Recursos chave

Nesse quadrante estão os recursos que serão necessários para criar valor para o cliente. Os recursos chave são considerados ativos da empresa, sendo essenciais para manter e dar suporte ao negócio, podendo ser recursos humanos, financeiros, físicos ou intelectuais.

Rede de parceiros

A rede de parceiros contempla as alianças de negócios que complementam os aspectos gerais do modelo de negócios.

A proposição de valor no modelo Canvas

Dentro do modelo Canvas, o empresário deve considerar os produtos e serviços oferecidos pelo seu empreendimento. A proposição de valor deve ser considerada uma visão geral dos produtos e serviços que, juntos, representam valor para um segmento específico de clientes.

Trata-se de uma forma de análise para descrever o modo como a empresa se diferencia dos concorrentes e é a principal razão para que os clientes prefiram uma empresa em vez de outra.

Assim, é preciso estabelecer para quem a empresa está trabalhando, entendendo o público-alvo para os produtos e serviços oferecidos.

Nessa análise também são considerados os canais, ou os meios pelo qual a empresa oferece seus produtos e serviços, incluindo a estratégia de marketing e da logística empresarial.

Com o estabelecimento de canais, a empresa cria ligações com os diferentes segmentos de clientes, mantendo uma gestão de relacionamento que, em administração é conhecida como CRM, ou Customer Relationship Management.

Estrutura de custos do Canvas

No Canvas deve também estar inserida a estrutura de custos, apresentando as consequências dos meios utilizados no modelo de negócios. Essa análise prevê, entre outras, os fluxos de receita, ou seja, a forma como a empresa ganha dinheiro através de sua variedade de oferta de produtos e serviços, apresentando seus rendimentos.

As questões que o Canvas deve responder

O modelo Canvas, desenvolvido no livro Business Model Generation, apresenta uma série de perguntas sugeridas aos empresários, que devem ser respondida dentro do plano apresentado:

Proposta de valor

  • Que valor será entregue para o segmento de clientes?
  • Quais são os problemas dos clientes que a empresa ajuda a resolver?
  • Quais são os produtos e serviços que são entregues para cada segmento de clientes?
  • Que necessidades dos clientes estão sendo satisfeitas?

Segmento de Clientes/Customer Segments:

  • Para quem está sendo criado valor?
  • Quem são os clientes mais importantes?

Canais/Channels:

  • Através de quais canais o segmento de clientes será alcançado?
  • Como estão sendo alcançados hoje?
  • Como os canais estão ligados entre si?
  • Qual é o canal que funciona melhor?
  • Qual é o canal que tem menor custo?

Relacionamento com Clientes/Customer Relationship:

  • Que tipos de relacionamentos o segmento de clientes espera da empresa?
  • Quais são os relacionamentos já estabelecidos hoje?
  • Como estes relacionamentos estão integrados com outros aspectos do negócio?
  • Quanto custam os relacionamentos existentes?

Recursos-Chave/Key Resources:

  • Que recursos-chave a proposta de valor exige?
  • E os canais de entrega?
  • E os relacionamentos?
  • E as fontes de receita?

Atividades-Chave/Key Activities:

  • Que atividades-chave a proposta de valor exige?
  • E os canais de entrega?
  • E os relacionamentos?
  • E as fontes de receita?

Parceiros-Chave/Key Partners:

  • Quem são os parceiros-chave?
  • Quem são os fornecedores-chave?
  • Que recurso-chave a empresa consegue dos parceiros-chave?
  • Que atividades-chave os parceiros-chave exercem?

Fontes de Receita/Revenue:

  • Por qual valor o segmento de clientes está disposto a pagar?
  • Pelo quê pagam atualmente?
  • Como o segmento de clientes paga hoje?
  • Como eles prefeririam pagar?
  • Qual é a contribuição de cada fonte de receita para receita total?

Estrutura de Custo/Cost Structure:

  • Quais são os custos mais importantes do modelo de negócios?
  • Quais são os recursos-chave mais caros?

Para conhecer os recursos do Canvas e os benefícios que podem trazer para sua empresa, procure nossos profissionais. Eles terão prazer em explicar o modelo de plano de negócios e como você poderá implantá-lo em sua empresa.


Começe hoje a organizar seu Planejamento Estratégico


Monte seus Canvas, SWOT e Plano de Ações com o Software Planest de forma gratuita!

WhatsApp chat Dúvidas pelo WhatsApp