Escolha uma Página

De acordo com pesquisas, a maioria dos funcionários não entende a estratégia de negócios da empresa para a qual trabalha. Com tantas empresas enfrentando esse problema, se faz necessário criar um mapa estratégico. 

Neste artigo vamos mostrar como você pode usar um modelo de mapeamento de estratégia para vincular as fases de formulação e execução da sua estratégia de negócios. Dessa forma poderá transformar a missão e a visão de sua organização em objetivos viáveis.

Princípios do mapa estratégico

Em suma, um mapa estratégico é um diagrama usado para documentar os objetivos principais de uma equipe de trabalho. Portanto, ele deve ser criado para orientar todos os integrantes da sua empresa, até mesmo equipes menores cujas estratégias podem ser diferentes. 

Definitivamente, um bom mapa estratégico deve conter todas as informações necessárias em apenas uma página. O objetivo é demonstrar relações de causa e efeito entre as perspectivas da empresa e do cliente.

Mas, antes de construir um mapa para sua empresa, você deve entender os princípios básicos do mapa estratégico. Confira abaixo!

Equilibre forças contraditórias

Como seu mapa estratégico leva em consideração o que sua empresa deseja, bem como as necessidades dos clientes, sua estratégia deve equilibrar esses dois fatores. Sem dúvida, essa etapa é fundamental para dar início ao seu mapeamento.

Diferencie a proposta de valor para o cliente

De fato, uma boa estratégia não diz respeito apenas ao desempenho dos negócios, mas também a fornecer aos clientes o que eles precisam.

Então, ao desenvolver sua estratégia, você deve definir o que torna a sua oferta diferente das propostas de outras empresas. Portanto, defina o seu diferencial!

Mapa estratégico: Crie valor com processos internos de negócios

Ao criar um mapa estratégico, mantenha seus processos internos de negócios em mente e pense em como eles o diferencia de outras empresas.

Por exemplo: sua equipe está bem organizada e estruturada para realizar com eficiência o trabalho designado? 

Você desenvolveu uma nova maneira de fabricar um produto? Então, está usando isso a seu favor para vencer a concorrência? Suas campanhas de marketing estão sendo realizadas da forma adequada?

Então, a dica é fazer com que suas vantagens sejam parte integrante de sua estratégia.

Pense em temas simultâneos e complementares

Ao considerar as forças internas e externas da sua empresa, é importante certificar-se de que as diferentes fases funcionem em conjunto.

Portanto, seu mapa estratégico deve sincronizar diferentes aspectos de seu negócio, tanto externos quanto internos.

Faça um mapa estratégico de cima para baixo

Ao contrário de muitos mapas de processo, um mapa estratégico deve ser projetado de cima para baixo, onde você deseja estar, em vez de onde está.

Então, ao invés de começar com uma ideia para um novo produto ou serviço, por exemplo, comece com uma meta financeira. Assim, a partir desse ponto, você poderá voltar a trabalhar sua ideia.

A seguir estão as quatro perspectivas diferentes que você deve considerar de cima para baixo ao desenvolver um mapa estratégico para sua empresa.

1 – Perspectiva financeira

A construção de um mapa estratégico coloca a perspectiva financeira da sua empresa em primeiro plano. Para empresas maiores, essa poderia ser uma meta para aumentar o valor para o acionista, por exemplo. 

Para empresas menores, pode ser algo tão simples quanto adquirir certo número de novos clientes. Ao definir sua meta financeira final, você pode trabalhar para construir sua estratégia com esse foco em mente.

2 – Perspectiva do cliente

Para cumprir sua meta financeira, você precisará de uma proposta de valor para o cliente, mostrando que seu produto ou serviço o diferencia da concorrência.

Ao se concentrar nas necessidades do cliente, você pode inserir esses valores nos estágios iniciais do mapa estratégico.

3 – Perspectiva interna

Agora que você tem a proposta de valor e sabe o que fornecerá ao seu cliente para atingir sua meta financeira, é provável que você esteja mais consciente do que precisa construir internamente. 

Então, que tipo de trabalho precisa ser feito e quantos membros da equipe são necessários para fazê-lo?

4 – Perspectiva de aprendizagem e crescimento

Por fim, ao desenvolver todas essas etapas, você aprende mais sobre sua empresa. Assim, em vez de contratar diversas pessoas e depois encontrar coisas para elas fazerem, você pode descobrir o que precisa ser feito e expandir sua empresa de acordo com a estratégia em vigor.

Veja também: Guia sobre diferentes tipos de consultores de negócios

WhatsApp Dúvidas pelo WhatsApp