Seu planejamento estratégico está no caminho certo? Para saber a resposta você precisa definir métricas para medir os resultados. Quando isso é feito corretamente ajuda a saber se o seu negócio está indo na direção certa, avançando para a conquista de seus objetivos.

O planejamento estratégico ajuda as empresas a se manterem competitivas em um ambiente de negócios em constante mudança. Mas é preciso selecionar as métricas mais adequadas, de acordo com o seu tipo de negócio. Esse é o primeiro passo para o sucesso!

Como escolher as métricas certas para o seu planejamento estratégico?

O plano de ação que você desenvolve para apoiar sua estratégia de negócios deve listar as métricas que você acompanhará. Assim sendo, elas podem ser divididas em objetivos, por exemplo, a conclusão de uma tarefa ou projeto até uma determinada data, bem como métricas de desempenho (como receita e crescimento do lucro).

Outros exemplos são: o lançamento de um site, comprar equipamentos ou um veículo, inaugurar uma nova unidade ou realizar uma transformação digital na empresa. Cada negócio tem suas próprias características, por isso não há uma lista de métricas indicada para todos. Portanto, é preciso escolher aquelas que atendem suas necessidades.

De fato, quando se trata de indicadores-chave de desempenho existem muitas opções. Escolher as métricas certas pode ser difícil, mas é importante selecionar com cuidado porque essas medidas serão o foco dos esforços da sua empresa. 

Veja também: Cinco perguntas-chave no planejamento estratégico

Dicas sobre como selecionar e usar métricas

Sem dúvida, você terá métricas financeiras, como lucro, receita e fluxo de caixa. Você também pode decidir rastrear métricas relacionadas a metas de marketing e/ou vendas (por exemplo, conversões, compras recorrentes). Além disso, eficiência operacional, segurança e impacto ambiental.

Suas métricas devem estar claramente ligadas aos seus objetivos estratégicos. Vale lembrar que seus colaboradores devem estar bem orientados para as ações da empresa. No entanto, não sobrecarregue sua equipe com o rastreamento de muitos indicadores de desempenho. Escolha no máximo quatro por departamento. 

Também é importante treinar sua equipe para o melhor acompanhamento das métricas. Sem isso, os dados podem não ser atualizados ou rastreados corretamente, o que pode comprometer a implementação do seu plano de ação.

Mantenha os dados atualizados

Certifique-se de que suas métricas incluam os dados mais recentes e que sejam comunicados prontamente dentro de sua empresa. Esta é a chave para que eles sejam uma fonte de feedback sobre seus esforços e um sistema de alerta precoce para problemas.

Os painéis de desempenho são uma ótima ferramenta para rastrear métricas. Você também pode relatar regularmente o progresso à sua equipe e às partes interessadas na implementação do planejamento estratégico. Entretanto, apresente os dados claramente usando diferentes tipos de gráficos fáceis de entender.

Você também deve revisar constantemente suas métricas para garantir que elas forneçam informações úteis que levem aos melhores resultados.

Benefícios do planejamento estratégico

O planejamento estratégico ajuda as empresas a se concentrarem em suas prioridades e a tomar decisões orientadas a partir da definição dos objetivos. Isso ajuda a empresa a evitar distrações e a garantir que seus recursos sejam direcionados para onde são mais necessários.

Além disso, um planejamento eficaz faz com que as empresas se adaptem rapidamente às mudanças no mercado e nos negócios, permitindo que elas antecipem tendências e se ajustem às novas condições. Isso ajuda a mantê-las competitivas para aproveitarem as oportunidades quando elas surgirem.

Ao definir metas claras e estabelecer um plano de ação para alcançá-las, a empresa tem o potencial de melhorar seu desempenho em geral, incluindo sua eficiência, produtividade e rentabilidade.

O planejamento estratégico também é uma ferramenta de comunicação importante, pois ajuda a empresa a compartilhar seus objetivos e metas com seus funcionários, fornecedores, clientes e outros stakeholders. Isso pode ajudar a criar um senso de propósito compartilhado e aumentar o engajamento e a colaboração.

Ao identificarem novas oportunidades de negócios e a aproveitá-las, a empresa tende a expandir seu alcance e a diversificar suas fontes de receita.

O planejamento estratégico também é útil na identificação de ameaças e riscos potenciais. Assim torna-se mais fácil desenvolver um plano para minimizá-los. Isso pode ajudar a empresa a proteger seus ativos e recursos.

Veja também: Por que a Análise SWOT é crucial no planejamento estratégico

WhatsApp Dúvidas pelo WhatsApp