PESTAL e o SWOT para fazer o diagnóstico empresarial

A situação econômica e financeira está bastante incerta no mundo todo. Hoje, é necessário utilizar estratégias para fazer com que um empreendimento tenha sucesso e, para isso, é necessário fazer o diagnóstico da empresa através de ferramentas que ofereçam condições de se manter durante a recessão econômica mais grave que já se abateu sobre o mercado nacional.

As ferramentas PESTAL e SWOT são duas formas de fazer o diagnóstico da empresa, dando ao empresário uma visão mais clara de seu empreendimento, oferecendo estratégias que possibilitem manter a empresa no mercado, suplantando concorrentes e encontrando os meios de vencer a recessão.

O que é uma análise SWOT

Na análise SWOT, basicamente, podemos tomar algumas atitudes que possibilitem ao empresário essa visão do seu empreendimento.

Antes de começar a trabalhar com a análise SWOT, são necessárias duas etapas:

Descobrir os fatores críticos

Descobrir os fatores críticos de sucesso, ou seja, as atividades e os elementos da gestão nos quais a empresa precisa encontrar excelência, manter um desempenho acima dos concorrentes.

Dessa forma, a empresa precisa identificar precisamente quais são as variáveis, os produtos e serviços aos quais os clientes dão mais importância e que estejam ou não presentes nas propostas dos concorrentes. Nessa faze, é preciso responder com precisão a duas questões:

  • Como e por que os clientes compram;
  • Com que propostas se posicionam os concorrentes no mesmo setor.

Identificar as competências centrais da empresa

Na identificação das competências centrais da empresa estão a análise completa do empreendimento, sabendo como ela é avaliada pelos clientes e suas vantagens com relação aos concorrentes.

Assim, por exemplo, se os produtos vendidos pela empresa possuam uma embalagem de alta qualidade, mas os clientes não se importam com isso, não se trata, evidentemente, de uma competência decisiva. Nessa identificação existem muitos itens a serem estudados, mas, no entanto, há três características essenciais que devem estar presentes nas competências centrais:

  • Devem contribuir para criar valor para os clientes;
  • Deem ser difíceis de serem imitadas;
  • Devem permitir e facilitar o acesso a novos mercados.

O que é uma análise PESTAL

A análise PESTAL é um método que permite o estudo qualitativo de um determinado cenário tomando como base fatores PEST, ou seja, Políticos, Econômicos, Sociais e Tecnológicos.

Essas dimensões não são facilmente quantificáveis, embora, aliadas a outros métodos de análise ambiente, com fatores externos e internos de uma organização, possam determinar a compreensão dos ambientes completos e em mudança permanente.

No processo de globalização em que a economia se encontra atualmente, as empresas, principalmente as voltadas para atuação internacional, precisam saber lidar com cenários mais complexos, estando preparadas para tomar decisões de forma rápida, baseadas em informações que estão sempre se alterando, sofrendo a influência das mais diversas variáveis.

Assim, o uso de metodologias que permitem a facilitação na análise desses cenários em menos tempo é imprescindível, já que, do contrário, a análise pode se tornar obsoleta antes mesmo de ser encerrada.

A análise PESTAL deve tomar como base cinco dimensões de maior impacto para a atuação da organização, evitando a dispersão das informações e garantindo a eficácia da análise global.

Cada uma das dimensões previstas na análise PESTAL (Política, Econômica, Social e Tecnológica) devem ser consideradas através dos fatores que possam impactar direta ou indiretamente na organização.

Na análise da dimensão Política, é necessário incluir leis e regulamentações aplicáveis, considerando-se, por exemplo, até que ponto uma repentina mudança no cenário político nacional, como mudança de governo, de partidos ou de alterações na legislação possam afetar a organização. Os cenários, quanto mais estáveis, mais favoráveis se tornam.

Na análise do ambiente Econômico, é preciso tomar alguns cuidados, já que se trata de analisar a capacidade da empresa em trabalhar com diferentes estágios do ciclo econômico e de suas influências, permitindo determinar, entre outras coisas, se pode ser mais vantajoso para a organização buscar investimentos em longo ou em curto prazo. Além disso, é preciso também levar em conta fatores como política fiscal, cambial e monetária.

Na analise do ambiente Social, deve-se verificar os fatores culturais e religiosos, que permitem, principalmente, prever variações de tendências no mercado consumidor e situações que podem ser essenciais para a sobrevivência da empresa no longo prazo.

Todas as considerações levantadas através da análise PESTAL devem permitir identificar se o produto (ou produtos) se adapta às necessidades e características de uma determinada região, sendo um fator determinante para o sucesso da empresa.

Quanto mais segmentos da sociedade forem abrangidos pelo negócio da empresa, menores se tornarão os riscos de investimentos.

Tão importante quanto a dimensão social para o sucesso da empresa, o ambiente Tecnológico também pode determinar o ciclo de vida do produto no mercado. Assim, as inovações tecnológicos devem ser consideradas como impactantes para os custos do produto e para a contratação de mão de obra.

Procure nosso pessoal para implantar as análises PESTAL e SWOT em sua empresa. Certamente você conseguirá melhores resultados com esse apoio.


Começe hoje a organizar seu Planejamento Estratégico


Monte seus Canvas, SWOT e Plano de Ações com o Software Planest de forma gratuita!

WhatsApp chat Dúvidas pelo WhatsApp