Escolha uma Página

Qualquer negócio bem sucedido deve ter um planejamento estratégico sólido para o sucesso do seu empreendimento. Sem dúvida, o melhor plano é aquele realizado por especialistas nesse assunto, tanto empresas de consultoria como consultores independentes estão habilitados a fornecer as melhores orientações possíveis para o desenvolvimento de um planejamento estratégico eficaz.

Lembrando que seu plano deve incluir certos elementos como missão, valores e visão, além de evitar armadilhas comuns, como negligenciar as necessidades específicas da sua organização.

Principais componentes de um planejamento estratégico

Missão: A missão trata da expressão do seu propósito e aspiração, abordando o que você procura realizar, bem como a maneira pela qual a organização fará isso. É uma declaração de por que a organização existe.

Visão: Esta breve declaração concisa do futuro da organização responde à pergunta sobre onde a empresa pretende estar nos próximos cinco ou dez anos.

Valores: Esta declaração resume as crenças centrais da empresa. Assim, trata dos princípios orientadores que nunca mudam e fazem parte da sua base estratégica.

SWOT: É uma visão resumida da sua posição atual, especialmente seus pontos fortes e fracos, bem como oportunidades e ameaças.

Vantagem competitiva: a sua vantagem competitiva inclui o que você tem de melhor em comparação com a concorrência.

Objetivos estratégicos de longo prazo: Essa área estratégica abrange um horizonte de tempo (três anos ou mais). Eles determinam onde você deve se concentrar para alcançar a sua visão.

Estratégias: Estratégias são os métodos gerais, o “guarda-chuva” que você pretende usar para alcançar o que foi determinado na “visão”.

Metas de curto prazo / prioridades / iniciativas: Estes itens convertem os objetivos estratégicos em metas de desempenho específicos que se enquadram em um horizonte de dois anos. Dessa forma determinam o que, quando e quem, sendo que são mensuráveis.

Itens / planos de ação: Estas declarações específicas explicam como uma meta será cumprida. Essas são as áreas que movem as estratégias de operações e os planos executados por equipes ou indivíduos dentro de um a dois anos.

Avaliação financeira: Com base no registro e futuras projeções históricas, essa avaliação ajuda a planejar e prever o futuro, o que lhe permite controlar o desempenho financeiro da sua empresa.

Armadilhas do planejamento estratégico que você deve evitar

O planejamento estratégico pode render menos do que o esperado se você cair em uma das possíveis armadilhas desse plano. Para impedir que isso aconteça, aqui está uma lista das armadilhas mais comuns:

1 – Ser realista sobre a sua capacidade de planejar

De fato, é preciso de tempo e esforço para planejar. Algumas empresas querem resultados, mas não estão dispostas a investir. Então, seja realista sobre o que você pode investir. O ideal é encontrar uma maneira que combine com os recursos disponíveis. Isso inclui tempo, energia e dinheiro.

2 – Não ter sua empresa em ordem

O planejamento pode revelar que sua empresa não está em ordem. Quando a empresa faz uma pausa para planejar questões que foram enterradas ou colocadas em banho-maria, alguns aspectos desagradáveis podem vir à tona e facilmente fazer seus esforços irem por água abaixo. Antes de embarcar em um planejamento estratégico, certifique-se de que sua empresa está em ordem e não existem grandes conflitos.

3 – Copiar e colar

Cair na armadilha de copiar as melhores práticas de uma empresa semelhante é um erro. Embora seja importante empregar as melhores práticas no seu ramo de negócio, as experiências de outras organizações não são relevantes para a sua experiência de mercado. Organizações são únicas, complexas e diversificadas. Portanto, você precisa encontrar o seu próprio caminho em vez de seguir a abordagem de outros.

5 – Ignorando sua cultura organizacional

Por fim, planejamento estratégico e a cultura da empresa estão intimamente interligados. No entanto, ignorar esse fato é perigoso. Com isso em mente, adapte o seu plano para aquilo que funciona melhor dentro do seu ritmo organizacional. Portanto, considere investir em um processo mais simples ou em um mais robusto.

Veja também: Vale a pena trabalhar com consultoria por conta própria?

WhatsApp Dúvidas pelo WhatsApp